Cromofobia


Cromofobia: cro.mo.fo.bi.a sf (cromo2+fobo+ia1) 1 Biol Qualidade de cromófobo. 2 Med Aversão mórbida a cores. (Dicionário Michaelis).

Simplificando, é o medo que as pessoas têm de cores, nesse caso, de usá-las na decoração. A cromofobia é uma doença da sociedade moderna, alimentada pela arquitetura monocromática das cidades e os tons pastéis que decoram as residências. Já reparou nos estandes de apartamentos decorados? Os beges, brancos e marrons dão o tom e, inconscientemente nós passamos a reproduzir esses ambientes em nossas casas.

E não é que não gostemos do amarelo, ou do azul e verde, mas simplesmente temos medo de não saber como combinar as cores em um ambiente.

Uma boa forma de perceber essa tendência contemporânea é assistir a filmes ambientados nos anos 50/60. Uma dica é o filme “Abaixo o Amor” de 2006, que, apesar de ser um filme água com açúcar é um excelente exemplo do uso de cores e texturas na decoração modernista. Atentem para o figurino, impecável.

Para todos que sofrem dessa cromofobia há um remédio muito simples: o círculo cromático. Entender e saber utilizar o círculo cromático permite que você combine as cores com segurança.




Para auxiliá-lo a aplicar as cores em sua vida, vamos a duas regrinhas básicas: cores lado a lado e cores opostas no círculo sempre combinam entre si. Mas, cuidado! Aplique as cores sobre uma base predominantemente neutra para não cansar da decoração rapidamente.

(imagem de Casa Abril)

(imagem de Revista Mi Casa)

(imagem de UKTV)

(imagem de Casa e Jardim)

(imagem de UKTV)

(imagem de Design Shuffle)

(imagem de BHG)

(imagem de Material Girls)

(imagem de Casa Abril)


(imagem de Inspiração Inesperada)

(imagem de Casa e Jardim)

(imagem de Conceito: Firma Casa)

(imagem de Revista Mi Casa)

(imagem de Marcelo Rosenbaum - Espaço para Festas do Edifício Brasil - São Paulo/SP)

(imagem de Afdecor)

(imagem de Casa e Jardim)

Postagens mais visitadas