Dica das Designers: Envidraçamento de Sacadas

P, M, G ou GG! Não importa, elas dão charme, beleza e luminosidade ao seu apartamento. E fora isso permitem uma infinidade de usos, decorações e estilos. De quem nós estamos falando? Das sacadas, varandas gourmet ou mesmo pequenos jardins de inverno.

O envidraçamento da sacada (ou fechamento, como alguns chamam), geralmente, interessa mais às pessoas que adquirem um imóvel novo, mas isso não exclui as que moram em apartamentos antigos e decidem fazer o fechamento para impedir a ação direta do vento, da chuva, da incidência do sol ou até mesmo para ampliar e ganhar mais um cômodo na casa.


Antes de pensar em contratar um profissional para fazer o serviço, entre em contato com o síndico do prédio, peça a convenção do condomínio, verifique se foi acordado em assembleia o fechamento e que modelo foi aprovado na ata da reunião.

Verifique a idoneidade da empresa escolhida para executar o serviço. O ideal é contratar alguém que você já tenha referência! Desconfie de preços muito baixos, ok?

Mais um detalhe, os vidros devem ser laminados ou temperados, que possuem película protetora que confere proteção solar e dão resistência maior ao material. No caso de quebra não estilhaçam e o vidro fica aderido à película.


Observe com atenção a vedação dos vidros, isso evita vazamentos futuros, principalmente durante o período de verão, onde os temporais são fortes e com vento.

Instalar persianas é indispensável, pois irão aplacar o sol direto e proteger o mobiliário. Mas cuidado para não impedir a abertura dos vidros! Verifique cuidadosamente se há altura para sua instalação. O mesmo vale para forros de gesso! Cuidado ao rebaixar a área da sacada!

O envidraçamento das sacadas ocasiona, ainda o aquecimento do espaço. Você precisa levar isso em consideração. É bom pensar em como resolver esse problema antes do início do processo de instalação dos vidros. Você pode optar por vidros duplos que amenizam o problema e ainda servem para reduzir o ruído externo ou instalar um condicionador de ar (se te interessar de uma olhadinha em nosso post sobre ar condicionado, clique aqui

Ao integrar esse espaço à área interna, geralmente gostaríamos de retirar além da porta divisória, também a parede ao redor, para dar o conceito mais amplo e aberto ao local, mas antes de fazer isso veja com o síndico se é permitido. 


Um problema levantado pelos profissionais da área do Direito é a possível cobrança de IPTU sobre o espaço integrado, pois a metragem de áreas abertas, tais como varandas, não são levadas em conta no cálculo do imposto por não serem entendidas como área construída.

Tome cuidado com os móveis, piso e revestimento que você vai usar nesse espaço. Não se esqueça que o cálculo de estrutura foi feito para um espaço aberto. Nada de colocar aquários imensos. Vasos ultra-mega-pesados. Móveis que precisam de 3 ou mais pessoas para move-los do lugar. Tenha bom-senso! Ficou em dúvida? Consulte um profissional da área para fazer o cálculo para você.

Aliás, para envidraçar sua varanda você irá precisar apresentar Plano de Obra com ART de um arquiteto ou engenheiro para o condomínio.

Isso sabido, mãos à obra! Temos certeza que você vai aproveitar muuuiiito esse espaço!

Quando você tiver terminado, manda uma foto para a gente publicar aqui no blog. Vamos amar!


* Créditos de Imagem: Mansur Vidros, Polo Divisórias, Cristal Sete e Clique Interiores

Postagens mais visitadas