Guia da Chapa OSB

Navegando pela internet, lendo revistas e blogues de decoração, ou visitando feiras do setor, você já deve ter se deparado com esse revestimento que lembra várias lascas de madeira brutas comprimidas em uma superfície plana, e ficado curioso a respeito. 

Pois é, esse material é o OSB ou Chapa Tapume. São chapas de tamanhos e espessuras variadas formadas por tiras de madeira de até 10 cm, alinhadas na mesma direção por camada, unidas por resinas e prensadas a alta temperatura. Aliás, daí o nome OSB - Oriented Strand Board - que significa, em uma tradução literal, chapa de tiras orientadas.


Originalmente desenvolvidas para construções secas, como Steel Frame e CES, elas rapidamente conquistaram o mercado e se espalharam pelo mundo. Também, não é para menos, as vantagens do material são inúmeras:

  • Enorme rigidez e estabilidade, graças ao processo de produção;
  • Resistência à intempéries e à umidade por causa das resinas utilizadas em sua composição (resinas MDI na parte interna e, resinas fenólicas PF na externa);
  • Proteção contra fungos e cupins;
  • Sustentabilidade - feita exclusivamente de madeira de reflorestamento, tem pouquíssimo desperdício na fabricação, e é 100% reciclável após o uso;
  • Baixa condutibilidade térmica e acústica o que propicia um bom isolamento térmico e acústico; 
  • Boa resistência ao fogo, mesmo na chapa comum (existe chapa específica com complemento retardante ao fogo)

Alie-se a todos esses benefícios a aparência de madeira natural e textura inusitada e é óbvio que as chapas OSB logo conquistaram os arquitetos e designers e invadiram os interiores das casas.


Utilizado no fabrico de armários e outros móveis, como revestimentos de piso e paredes, em portas e divisórias e até mesmo em acessórios menores, o OSB chama a atenção, traz uma rusticidade leve e é perfeito para quem curte um estilo escandinavo.




Se você está pensando em adotar o material em sua casa, damos o maior apoio! Mas, apenas fique atento para essas particularidades das chapas:

Apesar de suportar bem a umidade por causa das resinas utilizadas em sua composição, suas bordas são seus pontos fracos, por isso, redobre a atenção! Já existem modelos com bordas seladas que são resistentes à umidade. Entretanto, ser resistente à água não é igual a ser à prova d'água, por isso, pense duas vezes antes de aplica-só em áreas molhadas. Se o ambiente for pouco utilizado pode valer a pena, mas é bom aplicar uma seladora própria para madeira e finalizar com uma resina impermeabilizante, por via das dúvidas. Ah, e não esqueça, se você cortar uma chapa com borda selada, as novas extremidades não estarão protegidas contra a umidade, hein?!


Embora a chapa OSB seja absolutamente uniforme, e não apresente os nós ou vãos característicos das madeiras, existem em sua superfície irregularidades decorrentes das diferenças entre as lascas de sua composição que não deixam a superfície lisa. Ou seja, não aceitam revestimentos a serem colados ou instalados. Mas podem ser pintadas (ebanizado fica lindo) ou envernizadas sem nenhum problema. Aliás, quem iria querer esconder uma belezura dessas?


Outra vantagem enorme no uso de chapas OSB na decoração e projetos de faça você mesmo é o custo comparativo. Elas saem mais em conta que o MDF e podem ser trabalhadas da mesma forma que a madeira: aceitam pregos, parafusos, cravos, grampos e colas adesivas, podem ser cortadas manualmente ou com serra para madeira, e no acabamento, aceitam lixa, fresa, plaina, etc. Ou seja, são um sonho para os adeptos de colocar a mão na massa!



Com tantas vantagens, o que você está esperando? Descola um cantinho para colocar uma chapa OSB na sua casa!

*Créditos de Imagem: Carpinteiros.pt, Feedly, SF Girl by Bay, Diyers, AMC, Yatzer, Ana Medeiros, Zuiver, Design Milk, Dezeen, Dekilehti, Dezeen, Apartment Therapy, Live the MMA, Leroy Merlin

Postagens mais visitadas