Sabe o que é Cuba Esculpida?

Verdadeira tendência na decoração de banheiros e cozinhas, as cubas fabricadas na mesma pedra da bancada são versáteis, já que aceitam as medidas e materiais de sua preferência, tem visual clean e elegante, e podem fazer toda a diferença na hora de reformar a sua casa! Se você ainda não conhece, a gente explica tudo!


Cubas esculpidas ou moldadas são aquelas pias feitas no próprio material da bancada do banheiro ou cozinha. Apesar do nome, a cuba não é esculpida em uma pedra maciça, mas sim construída com o material e encaixada na bancada com um resultado rebaixado, que pode ser reto ou inclinado (em rampa).

Se gostar do acabamento inclinado, opte por um tampo inclinado removível, para facilitar a limpeza. Qualquer cuba esculpida pode receber esse tampo, que pode ser reto ou inclinado, e que servirá para ocultar o ralo e dar aquela aparência quase mágica à peça (cuba com válvula oculta).


Apostar em uma cuba esculpida significa não incluir mais um elemento de cor, material ou textura no seu ambiente, o que aconteceria com uma cuba de louça ou inox. Por isso, o resultado é clean, discreto e muito elegante e lhe dará a liberdade de planejar o restante do ambiente com muito mais liberdade.


Elas podem ser fabricadas em todos os materiais que fazem bancadas, como mármore, granito, porcelanato e pedras sintéticas. Existem até mesmo modelos em madeira! O importante é sempre escolher o material mais adequado para o ambiente em que a cuba está. Lembre-se que os mármores são materiais mais porosos, e por isso, podem manchar com mais facilidade quando utilizados na cozinha, por exemplo.

     

Outra vantagem enorme da opção por uma cuba esculpida, é o tamanho da peça. Você pode personaliza-la praticamente como quiser! A parede para a pia do banheiro é estreita? Tudo bem, faça uma cuba com no máximo 20 centímetros e posicione a torneira ou misturador na lateral ou na parede. A bancada corre a parede inteira? Aposte em uma cuba alongada, que pode até receber uma prateleira suspensa no mesmo material.

 

Quando se fala em cuba esculpida se fala em liberdade de criação, e aqui, a imaginação é o limite! Não é a toa que elas conquistaram designers e arquitetos mundo a fora.


Apesar do visual estético incrível, uma reclamação comum em relação a esse modelo de cuba é a pouca vazão de água quando se escolhe um modelo com tampa. Isso porque, realmente, a tampa limitará o escoamento da água, que descerá com uma velocidade menor.

Se você acha que isso pode ser um problema, procure um local de venda ou fabricação desse tipo de cuba e faça um teste antes de adquirir a sua.


Quanto à manutenção, no caso de modelos com tampa, é importante remove-la com frequência para higienizar o ralo e a base, evitando entupimentos e a formação de limo. Outras medidas dependerão muito do material escolhido para a confecção da cuba. Antes de fechar a sua, pesquise o material e sua manutenção, para ver se é adequado para você (por exemplo, cubas em madeira exigem manutenção constante, com lixamento e envernização, ao passo que o granito quase não exige manutenção e cuidados especiais ao longo dos anos).

Curtiu? Ficou com dúvidas? Deixe um comentário para a gente!

*Créditos de Imagem: Fernanda Marques, Casa.com, Jaquelini Siebert Arquiteta, Modulnova, Adriano Gronard, GF Projetos, Guilherme Torres, Pikore, Limão na Água, Mary Rosenbaum, Triarq Arquitetura, Julia Johnston, Luiaz Mello Interiores.

Comentários

Postagens mais visitadas